APROVADO. AGENTES PENITENCIÁRIOS SERÃO TRANSFORMADOS EM POLICIAIS PENAIS

o objetivo da lei é liberar policiais civis e militares da escolta de detentos

O plenário da Câmara dos Deputados conclui, na noite desta quarta-feira (6), a votação em segundo turno da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 372/17, de autoria do Senado, que cria as polícias penais federal, dos estados e do Distrito Federal.

O texto-base foi aprovado por 385 votos a 16 e será enviado à Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) para a redação final. Na sequência, a PEC será promulgada.

O destaque do PL que retirou do texto a possibilidade de lei específica, de iniciativa do Executivo, definir outras atribuições para as polícias penais, além da segurança de estabelecimentos penais, também foi aprovado, por 378 votos a 5.

A proposta inclui as polícias dentro dos sistemas de segurança pública, tendo como competência a segurança de estabelecimentos penais e a escolta de presos. A intenção do texto, de autoria do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), é liberar policiais civis e militares das atividades de guarda e escolta dos detentos.

O quadro das polícias penais será composto pela transformação dos cargos isolados ou dos cargos de carreira dos atuais agentes penitenciários ou equivalentes e também por meio de concurso público. Segundo a PEC, a nova polícia será vinculada ao órgão administrador do sistema penal da unidade federativa a que pertencer.

Contato:

bmon.monteiro@gmail.com

WHATSAPP

(14) 9.9886-7678

COMERCIAL:

(14) 3624-7678

11/11/19 - 23h59 -3.345

Matérias, fotos, vídeos publicados neste site  não podem ser utilizados por outras mídias, sem prévia autorização da Zap Assessoria de Comunicação. Antes de usar, consulte a redação. 

 www.plantaodepolicia.net é uma publicação da Zap Assessoria de Comunicação - CNPJ 31.442.917/0001-70 INSC. MUNIC. 55.508.  Todos os direitos reservados - Na Internet desde 2010.