CLONAGEM DO APLICATIVO WHATSAPP FAZ MAIS UMA VÍTIMA EM JAU. POLÍCIA ALERTA OS USUÁRIOS

Por mais que a imprensa tenha divulgado, as pessoas continuam caindo no golpe do Watsapp. O estelionato consiste na clonagem do aplicativo, o que permite ao golpista ter acesso aos contatos da vítima, pedindo-lhes dinheiro  como se fosse o dono da conta.

Não foi diferente com uma dentista  de 31 anos, moradora no 5o. Distrito Industrial. No plantão policial  ela revelou  que havia comprado, via internet, um curso de aperfeiçoamento. Na manhã da sexta feira (14) ela recebeu uma ligação telefônica de um homem que se passava por responsável pelo curso que ela havia comprado. Ele pediu a ela confirmar um código numérico que ele havia mandado através do aplicativo, cujo código, segundo ele, seria para confirmar a inscrição no curso.

Certo de que se tratava de um representante da empresa da qual teria comprado o curso, ela efetuou o procedimento.

 

Momentos depois, o aplicativo instalado no telefone dela se tornou inativo. Horas mais tarde, tomou conhecimento de que o autor do golpe estaria ligando para os contatos dela, se passando por ela, pedindo dinheiro emprestado, alegando uma dificuldade em movimentar a conta bancária dela e que tão logo o problema estivesse solucionado  reporia o dinheiro emprestado. 

Questionada, a dentista disse não ter notícias relacionadas com o atendimento dos pedidos do estelionatário aos conatos dela. Em contato com a Vivo, operado de telefonia celular, ela foi aconselhada a registrar o fato na polícia.

A Polícia Civil orienta à população que ative a verificação dos WhatsApp em duas etapas nas configurações do seu aplicativo. Para ativar, o usuário entra na configuração do aplicativo, clica na opção ajustes, conta e em configuração em duas etapas. Será solicitada uma senha de seis dígitos. Caso necessário a reinstalação do aplicativo, será solicitada esta senha evitando que terceiros se apropriem de seus dados.

Certo de que se tratava de um representante da empresa da qual teria comprado o curso, ela efetuou o procedimento.

 

Momentos depois, o aplicativo instalado no telefone dela se tornou inativo. Horas mais tarde, tomou conhecimento de que o autor do golpe estaria ligando para os contatos dela, se passando por ela, pedindo dinheiro emprestado, alegando uma dificuldade em movimentar a conta bancária dela e que tão logo o problema estivesse solucionado  reporia o dinheiro emprestado. 

Questionada, a dentista disse não ter notícias relacionadas com o atendimento dos pedidos do estelionatário aos conatos dela. Em contato com a Vivo, operado de telefonia celular, ela foi aconselhada a registrar o fato na polícia.

A Polícia Civil orienta à população que ative a verificação dos WhatsApp em duas etapas nas configurações do seu aplicativo. Para ativar, o usuário entra na configuração do aplicativo, clica na opção ajustes, conta e em configuração em duas etapas. Será solicitada uma senha de seis dígitos. Caso necessário a reinstalação do aplicativo, será solicitada esta senha evitando que terceiros se apropriem de seus dados.

Contato:

bmon.monteiro@gmail.com

WHATSAPP

(14) 9.9886-7678

COMERCIAL:

(14) 3624-7678

7049552ab82f1cfe43b2eb91d7565cb0-faceboo

Visitas hoje 16/02/2020 - 7hrs - partiu de 733

Matérias, fotos, vídeos publicados neste site  não podem ser utilizados por outras mídias, sem prévia autorização da Zap Assessoria de Comunicação. Antes de usar, consulte a redação. 

 www.plantaodepolicia.net é uma publicação da Zap Assessoria de Comunicação - CNPJ 31.442.917/0001-70 INSC. MUNIC. 55.508.  Todos os direitos reservados - Na Internet desde 2010.