JUSTIÇA SOLTA HOMENS ACUSADOS DE PARTICIPAÇÃO NO MASSACRE NA ESCOLA DE SUZANO 

Rovena Rosa/Ag.Br

Justiça solta acusados de participação no massacre de escola em Suzano

Eles são suspeitos de fornecerem armas aos criminosos

A Vara Criminal de Suzano decidiu soltar os três homens presos por envolvimento no massacre da escola Raul Brasil, em Suzano, na região de metropolitana de São Paulo, no dia 13 de março de 2019.

Eles estavam detidos na Penitenciária 2 de Tremembé, interior paulista, e foram liberados no fim da tarde de ontem (14).

Geraldo de Oliveira Santos, Cristiano Cardias de Souza e Adeilton Pereira dos Santos foram presos suspeitos de fornecerem armas e munições aos assassinos.

A Justiça considerou que os presos não sabiam que as armas e munições seriam usadas no crime.

Segundo a Polícia Civil, as investigações apontaram que Geraldo Oliveira dos Santos, de 41 anos, conhecido como Buiu, vendeu aos assassinos o revólver calibre 38 utilizado no crime. O negócio foi intermediado pelo mecânico Cristiano Cardias de Souza, de 47 anos, conhecido como Cabelo.

Ainda de acordo com a polícia, ele também vendeu as munições calibre 38 utilizadas no ataque.  O vigilante particular Adeilton Pereira dos Santos é suspeito de ter intermediado a venda da arma. Um quarto suspeito de participar da venda das armas, Marcio Germano Masson, foi solto pela Justiça em novembro.

Cinco alunos e duas funcionárias da Escola Estadual Raul Brasil foram mortos, após os ex-alunos do colégio, Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25, entrarem armados na escola. Antes, os dois haviam matado o dono de uma loja da cidade. Depois do ataque, ainda dentro da escola, o adolescente matou o mais velho e se suicidou em seguida.

Contato:

bmon.monteiro@gmail.com

WHATSAPP

(14) 9.9886-7678

COMERCIAL:

(14) 3624-7678

7049552ab82f1cfe43b2eb91d7565cb0-faceboo

Visitas hoje 16/02/2020 - 7hrs - partiu de 733

Matérias, fotos, vídeos publicados neste site  não podem ser utilizados por outras mídias, sem prévia autorização da Zap Assessoria de Comunicação. Antes de usar, consulte a redação. 

 www.plantaodepolicia.net é uma publicação da Zap Assessoria de Comunicação - CNPJ 31.442.917/0001-70 INSC. MUNIC. 55.508.  Todos os direitos reservados - Na Internet desde 2010.